dicas fechamento

5 dicas fundamentais na hora de fazer um fechamento de arquivo.

Neste texto separei 5 dicas fundamentais na hora de fazer um fechamento de arquivo. São dicas que irão te preparar para enviar um arquivo para a gráfica, evitando qualquer dor de cabeça com o pós produção. Vamos lá?

Dica 1 – Salve em CMYK

Salve seus arquivos para impressão sempre em CMYK. Lembre-se que RGB é utilizado apenas para web. Quando um arquivo é fechado em RGB a conversão é feita automaticamente no momento da impressão. A conversão automática de cores para o CMYK pode ocorrer de forma incorreta, certos efeitos podem sumir e algumas cores podem sair muito diferentes daquelas que foram planejadas.

Dica 2 – Salve com sangria de pelo menos 3 mm

Não esqueça de fazer a sangria do documento. Isso significa exceder a área final do impresso em pelo menos 3 mm de cada lado, para evitar que o material venha com uma borda branca após o corte/refile. Além disso, evite deixar textos ou elementos gráficos próximos da borda. Use uma margem de segurança de pelo menos 3 mm para evitar que algum conteúdo seja cortado na hora do corte/refile.

Dica 3 – Salve o arquivo final em Curvas

Não esqueça de converter as fontes em curvas. Se você não converter as fontes do seu impresso em curvas a sua peça pode ser impressa com a fonte errada. Para converter as fontes em curvas no Adobe Illustrator depois que você finalizar a arte é só selecionar o texto, ir no menu Tipo > Criar contornos (Ctrl + Shift + O).

Dica 4 – Salve as imagens em 300 dpis

Não deixe de salvar o seu arquivo em 300 dpis. Use imagens com resolução mínima de 300 dpi, para evitar que elas fiquem embaçadas e com baixa qualidade quando forem impressas. Lembrando que as imagens devem ser tratadas à parte do programa onde a arte final está sendo criada.

Dica 5 – Revise seu conteúdo

Revise o conteúdo com muito cuidado. Depois de impresso, não dá mais tempo de corrigir.

Parece uma dica boba mas muitos Designers pecam na revisão na hora do fechamento do arquivo. Pequenos erros ortográficos ou erros de tratamento de imagem acabam passando despercebidos e acabam gerando muita dor de cabeça.

💡Dica extra

Não utilize fontes muito finas ou linhas muito finas em fundos escuros, pois dependendo do tipo de impressão podem ficar praticamente invisíveis.

Espero que tenham gostado.


Até a próxima,

Priscylla | PSNDesign
Designer Freelancer
Siga-me no Instagram